Eu e os domingos

Estava pensando sobre o dia de hoje. Não em relação ao mês, mas sim à semana. Domingo.

Quando eu era pequenina, por morarmos, eu e minha família, próximos ao Mercado Municipal da cidade (Sim, eu morei perto do mercado!! Umas três casas p/ cima na rua de uma das entradas. <3), estava acostumada a quase todos os dias ver o movimento das pessoas e carros na minha rua. Eu achava bem chato os dias de domingo, pois só havia movimento de manhã e logo na hora do almoço já tinha aquela quietude.

Parecia que o tempo não passava.

Lembro que o mais chato é que não passava nada de desenho ou filminhos divertidos na televisão. Claro que, por minha infância ter tido muitos domingos, não foram ~TODOS~ tão chatos, apesar da lembrança de eu achar isso vira e mexe voltar à superfície dos meus pensamentos.

Não sei exatamente quando começou a mudar a minha opinião. Talvez com o meu crescimento ou com o passar do tempo? Não sei. Parece-me que foi uma transição à medida em que a vida e as responsabilidades vinham e aconteciam.

e62e252d04f2e0bc00c9ed30115787fe

Foto: Pinterest.

Hoje em dia meu coração tem muito muito carinho pelos domingos.

É um dia em que me dou ao luxo de relaxar e sair um pouquinho da rotina (digo isso mais por ~me dar ao luxo~ de poder fazer coisas diferentes na internet além de só ver o feedback dos canais em que sou inscrita no Youtube. Porque, sim, muito do meu tempo livre da semana eu passo vendo as atualizações dos canais que sigo e, assim, não ficar com minha caixa de entrada do email lotada.).

Ontem, por exemplo, fiquei com saudade do tempo em que eu descobri que eu podia baixar pelo Google ou pelo Ares (amo!), os livros que meus olhos brilhavam por descobrir as histórias por trás das páginas (e que minha carteira não me dava o prazer de poder investir. :x). Nessa época, se eu tinha vontade de ler um livro, eu ia atrás e, se pudesse, baixava e ficava horas lendo pelo computador. Isso antes de saber do Domínio Público (que não tinha todos os livros que eu queria ler, mas já era e ainda é ~ryqueza~ essa plataforma existir).

Recentemente, por indicação de um amigo (Murilo, seu lindo, ‘gradicida! kkkkk), descobri esse site, em que é possível baixar livros grátis em PDF ou então ler online. E nele ainda é possível encontrar esse mesmo livro que você quer no site da Amazon. Informação amor, né? ❤

Por conta da saudade de ontem, hoje baixei uma série de livros que eu queria muitão ler (muitão mesmo) e acho que vou reviver esse tempo de ler pelo computador, além é claro de seguir com a leitura do da cabeceira, Madame Bovary (quando comecei a ler, postei no Instagram, segue lá.). 😉

Quais livros vocês estão lendo? Qual o próximo da lista? Qual vocês leram esse ano e gostaram pacas? Digam aí nos comentários.

Abraços mil!! 😀